subscribe: Posts | Comments | Email

A CGD entre os Galácticos e o Albergue Espanhol

0 comments

O novo Conselho de Administração da Caixa, onde Faria de Oliveira continua Presidente, foi geralmente mal recebido pois os critérios subjacentes indispuseram muita gente.

Os socialistas viram-se afastados, os quadros históricos da instituição consideram-se sem representação, os Administradores que transitam acham-se injustiçados pois os “new comers” lhes passam à frente, as qualificações de banca comercial do novo CEO inexistentes, os conflitos de interesse nalguns casos gritantes demais.

Pedro Santos Guerreiro, por uma vez, fez análise certeira e chamou a este agrupamento “albergue espanhol” e seria mesmo muito bom que não desatassem todos à estalada. Que  a  má experiência de António de Sousa e Mira Amaral ao menos sirva de exemplo.

Não obstante, o ministro das Finanças Vítor Gaspar diz-se orgulhoso com o agrupamento alcançado. Percebo porquê. Os nomes um a um são acima da média fazendo mesmo lembrar um agrupamento de Galácticos.

O problema dos Galácticos do Real Madrid é que há muitos anos que não ganham nada sendo agora necessário que um excepcional treinador – José Mourinho – lidere o team. Na CGD não será diferente e de algum lado terá que aparecer uma forte liderança para que o agrupamento se transforme em Team.

 

Leave a Reply