subscribe: Posts | Comments | Email

Autor

Joao Oliveira Rendeiro nasceu em 1952. Licenciado em Economia pelo ISEG e Doutorado , Ph.D.  em  Economia pela Universidade de Sussex no Reino Unido, exerceu consultoria na McKinsey & Co e fundou empresas na área financeira como a DECA SA. , GESTIFUNDO SA. e BANCO PRIVADO PORTUGUÊS SA.

Foi Presidente e membro de varias Fundações e Associações como a ELLIPSE FOUNDATION, FUNDACÃO LUSO-BRASILEIRA e EPIS- EMPRESARIOS PELA INCLUSÃO SOCIAL. É fundador de mérito da FUNDAÇÃO DE SERRALVES .

Actualmente é consultor em mercados internacionais

 


  1. Carlos Borges says:

    Parabens pela iniciativa, a banca portuguesa estava a
    precisar de alguém que falasse com conhecimento sobre a real
    situação. Cumprimentos

  2. Nuno Lobo Moreira says:

    Caro Dr. João Rendeiro,

    Felicito-o pelo seu blog, bem como pela sensibilidade e empenho na constituição da colecção que veio a tornar-se a Ellipse Foundation.

    Dados os meus interesses pessoais e profissionais, desenvolvo o meu doutoramento em conservação de arte contemporânea na FBA.UL.

    Sabendo da existência da colecção supra mencionada, não posso ocultar o manifesto interesse que o contacto com a mesma desempenha para a prossecução da investigação que levo a cabo.

    Venho, assim, solicitar que me possa dar as orientações necessárias que me facultem o adequado acesso à mesma.

    Certo de bom acolhimento,

    Com elevada estima e consideração,

    Nuno Lobo Moreira

  3. Sérgio Miguel Vieira says:

    Dr. João Rendeiro,

    Enquanto seguidor das suas ideias, nomeadamente na gestão bancária, o seu livro é o único que não tenho autografado. Onde poderei encontrá-lo, para o respectivo autógrafo?

    Atenciosamente,

    Sérgio Miguel Vieira

  4. Boa tarde Dr. João Rendeiro,
    o meu nome é Cláudia e sou colaboradora do PINN (Portuguese Independent News Network). Gostaria de entrar em contacto consigo para falarmos sobre uma possível colaboração.

    Obrigada e cumprimentos,
    Cláudia Fonseca

  5. Annette Moore says:

    Dear Dr. Rendeiro,

    Re: Policies for change in the machine tool industry in Portugal.

    University of Sussex is now a member of the new EThOS Service, making UK
    doctoral theses available online. As an associate member of EThOS, the
    University of Sussex has agreed to send Sussex these on demand to the
    British Library for digitisation.

    You will be pleased to know that your thesis has been requested so we are
    writing to you to obtain your consent to make your thesis publicly
    available online.

    Making your thesis available online does not in any way interfere with your
    copyright but it will ensure that your research reaches a much wider
    audience. Once digitised, it will also be made available via the
    University’s website through our Institutional Repository – Sussex Research
    Online.

    This is part of a new national project called the EThOS Service funded by
    the Joint Information Systems Committee (JISC) working with the British
    Library and UK universities to make doctoral theses available on line. If
    you would like to read more see http://www.ethos.ac.uk/.

    If you are happy for your thesis to be made available online via EThOS,
    there is no need to reply. If, for any reason, you would prefer your
    thesis not to be made available at this stage, please contact us as soon as
    possible.

    Best wishes,

    Annette Moore
    Library Resources Supervisor

    University of Sussex Library
    University of Sussex
    Brighton
    BN1 9QL

    T: 01273 877046
    E: theses@sussex.ac.uk

  6. Caro João Rendeiro,

    O forum http://caldeiraodebolsa.jornaldenegocios.pt/ necessita da sua intervenção, encontre um nick name e venha contribuir para a formação financeira de muitos portugueses.

    É um dever cívico que deveria abraçar, vivi em NY e conheci um importante quadro do então Chase bank que o fazia com mestria.

    Saudações.

    Anton

  7. Nunca fui cliente do BPP – alias considero o mercado financeiro português muito pouco transparente para um pequeno aforrador como eu – mas acompanho com interesse toda esta situação geradas à volta do encerramento deste banco. Seja qual for o desenlace de todo este processo não quero deixar de o saudar pela forma com tem, pelo e ao menos publicamente, pautado a sua defesa.
    Cumprimentos

  8. Carlos Miguel Peixoto says:

    Boa tarde João Rendeiro,

    Será que um dia temos opinião sobre outros bancos, em especial as CCAM?
    Cumprimentos,

Leave a Reply