subscribe: Posts | Comments | Email

Quem compra o NOVOBANCO?

A FOSUN por €5,2 mil milhões. Na fábula do “mais capaz”, o “mais desesperado” e o “mais rico”, a FOSUN sairá a ganhar. O Banco de Portugal vai abrir em breve o “data room” sobre o NOVOBANCO imediatamente após a divulgação das suas contas de 2014. Mas o essencial do NOVOBANCO já é conhecido: a situação líquida é superior aos €4,9 mil milhões e o rácio de solvabilidade é superior aos 10%...

Quem compra o NOVOBANCO?
posted on: 16 February 2015 | author: joarendeiro2011

BPI e as ajudas de Estado

O BPI posiciona-se na “pole position” para o que se afigura ser um plano de “asset stripping” do NOVOBANCO. Feito com punhos de renda e linguagem gongórica mas o equivalente à partilha dos bens pilhados numa qualquer guerra medieval. Os bancos pagantes para o Fundo de Resolução quererão o seu lugar à mesa das partilhas. A sua posição de “break-even” estará nas sinergias que obtenham de uma qualquer...

BPI e as ajudas de Estado
posted on: 29 September 2014 | author: joarendeiro2011

A Supervisão do Banco de Portugal

As recentes dificuldades do GES/BES colocam de novo em equação o papel do Banco de Portugal e, nomeadamente, do seu papel de supervisão. Um artigo de hoje do Wall Street Journal torna a questão incontornável. Portugal foi forçado a entrar num programa de resgate internacional para se manter solvente. BCP, BPN, FINIBANCO, BPP, BANIF e BES tiveram sérios problemas de supervisão. A CGD, Montepio e BPI tiveram que...

A Supervisão do Banco de Portugal
posted on: 18 July 2014 | author: joarendeiro2011

Coleção Berardo em Miami

A exposição “Master Pieces Berardo Collection” abriu no dia 4 de dezembro de 2012 em Miami. As melhore 92 peças da coleção Berardo estão agora em Miami podendo mesmo dizer-se que, com exceção do importante núcleo de Arte Povera, o essencial da coleção está agora na Flórida. Em termos económicos para se ter uma ideia aproximada diria que uns 70 a 80% da Coleção está em Miami. A ida destas Master...

posted on: 09 December 2012 | author: joarendeiro2011

Desapareceram € 5,75 mil milhões no BPI

Sim, 21.780 acionistas do BPI viram eclipsar a módica quantia de € 5,75 mil milhões. Mas um, a LaCaixa assumiu definitivamente o controlo do BPI a um preço irrisório. O recente aumento de capital cristalizou as percas dos pequenos acionistas e o definitivo controlo da LaCaixa no BPI com 46,22% do capital. O mais extraordinário é que não há um único destes 21.780 acionistas que se queixe do esbulho que lhe...

Desapareceram € 5,75 mil milhões no BPI
posted on: 14 August 2012 | author: joarendeiro2011

Estado Português apoia bancos com € 15,645 MIL MIL...

O Estado Português tem apoiado os Bancos de múltiplas formas. A principal não é sequer contabilizável pois tem a ver com a negociação do Banco de Portugal com o BCE sobre os colaterais elegíveis para desconto e com a própria cedência direta de liquidez pelo BdP aos bancos muito próxima do regímen ELA. Para além destes fortíssimos apoios o Estado tem prestado garantias pessoais tipicamente a três anos, e...

Estado Português apoia bancos com € 15,645 MIL MILHÕES
posted on: 05 August 2012 | author: joarendeiro2011

GREXIT E PORTUGAL

O exit da Grécia do Euro, Grexit, é um tema cada vez mais recorrente nos mercados internacionais. Neste momento uma larga maioria de observadores internacionais coloca uma probabilidade superior a 50% disto acontecer. Mas se perguntarmos qual a probabilidade da Grécia pagar a sua dívida e não existir um segundo default aí eu diria que nos aproximamos da unanimidade quanto a esta eventualidade. Mesmo ficando no...

posted on: 31 May 2012 | author: joarendeiro2011

Banco de Portugal empresta € 14.2 BN em ELA

Os últimos dados do BCE permitem calcular o montante cedido pelo Banco de Portugal no âmbito da ELA – Emergency Liquidity Assistance. O maior beneficiário da ELA é o BCP sendo igualmente participantes o BANIF e o BES. O ELA é um programa que o Banco de Portugal sempre se tem recusado a admitir que existe. No entanto é um sério risco de balanço  para o Banco de Portugal pois  os colaterais do ELA são de baixa...

posted on: 14 May 2012 | author: joarendeiro2011

Jorge Tomé, Carlos Costa e o BANIF

É a primeira vez que analiso o BANIF neste espaço de comentário. As razões da minha reserva passada são óbvias para quem me conhece. Para quem não conhece direi que Horácio Roque era um dos meus melhores Amigos no mundo das finanças. Uma Pessoa que nunca mudou o seu padrão de comportamento para comigo nos bons e sobretudo nos maus momentos. A memória extraordinariamente positiva que tenho de um Homem...

posted on: 29 March 2012 | author: joarendeiro2011

Bom senso desce ao BCP

Saiu o Espírito Santo mas desceu finalmente o bom senso ao tão fustigado MilleniumBCP. Desceu o bom senso mas não terminaram os problemas. Os investidores que têm tomado posições fora do núcleo estratégico estão no meu entendimento a revelar excesso de otimismo. A radical mudança no governo do BCP que se consagrara na AG de 28 de Fevereiro é o coroar da tomada de poder da Sonangol e desaparecimento do núcleo...

posted on: 16 February 2012 | author: joarendeiro2011

« Previous Entries Next Entries »