subscribe: Posts | Comments | Email

OBSERVADOR, Carrapatoso e Fernandes

O OBSERVADOR fez três anos e os seus quatro fundadores com António Carrapatoso à cabeça publicaram um manifesto auto-elogioso significando o seu orgulho no êxito do projeto. Creio terem razão em estarem orgulhosos pois em três anos ultrapassaram claramente o mainstream – como o EXPRESSO – no mundo digital e tornaram-se uma referência diária que frequento e recomendo. Não obstante, tem o OBSERVADOR duas...

OBSERVADOR, Carrapatoso e Fernandes
posted on: 28 May 2017 | author: joarendeiro2011

RICCIARDI E A DELAÇÃO PREMIADA

A defesa de José Maria Ricciardi, arguido por negligência num processo movido pelo Banco de Portugal, entendeu tornar públicas as suas razões através do EXPRESSO. A defesa de Ricciardi repete o que já se conhecia. Denuncia que houve atos criminosos que esconderam, encobriram e camuflaram o que se passava no GES. A saber, uma deliberada e crescente falsificação de Contas da Espírito Santo Internacional desde...

RICCIARDI E A DELAÇÃO PREMIADA
posted on: 08 September 2015 | author: joarendeiro2011

Quem compra o NOVOBANCO?

A FOSUN por €5,2 mil milhões. Na fábula do “mais capaz”, o “mais desesperado” e o “mais rico”, a FOSUN sairá a ganhar. O Banco de Portugal vai abrir em breve o “data room” sobre o NOVOBANCO imediatamente após a divulgação das suas contas de 2014. Mas o essencial do NOVOBANCO já é conhecido: a situação líquida é superior aos €4,9 mil milhões e o rácio de solvabilidade é superior aos 10%...

Quem compra o NOVOBANCO?
posted on: 16 February 2015 | author: joarendeiro2011

A venda do BESI

Foi concretizada a venda do BESI. Só não parabenizo Ricciardi completamente porque se me tivesse telefonado diria “assim também eu” arranjaria comprador. Mas as coisas são o que são e longa vida a Ricciardi e aos seus colegas do BESI, alguns dos quais meus amigos. O BESI foi, desde logo, vendido com ZERO de contingências de litigância passando todo o historial de litigância potencial para o Estado português...

A venda do BESI
posted on: 21 December 2014 | author: joarendeiro2011

As Comissões dos Submarinos: Grécia-1; Portugal-0...

O arquivamento recente do designado processo dos submarinos causou muita perplexidade apesar dos meios bem informados saberem disso há mais de um ano. A perplexidade aumentou notoriamente quando se publicitaram as conversas gravadas do Conselho superior do GES onde se falava das comissões distribuídas aos seus membros. O despacho de arquivamento do processo aparentemente consultado pela VISÃO enumera um largo...

As Comissões dos Submarinos: Grécia-1; Portugal-0
posted on: 21 December 2014 | author: joarendeiro2011

Carlos Costa e as sardinhas

A audição de Carlos Costa no parlamento inaugurando a CPI GES/BES fez-me recuar trinta anos ao imaginário do meu início de atividade de jovem aspirante ao Mundo da Finança. Nos idos anos 80 do passado século estava eu a tentar fazer pela vida quando fui recebido pelo então presidente de um banco em vias de privatização, personalidade aliás ex-Ministro das Finanças. Lembro-me de ter feito um grande esforço...

Carlos Costa e as sardinhas
posted on: 19 November 2014 | author: joarendeiro2011

Quem compra o BESI?

Ninguém. Na verdade ficaria muito surpreendido que alguém no seu bom juízo quisesse comprar o BESI ou o NOVOBANCO Investimento, nem tenho bem a certeza como se chama. As razões para a falta de interesse de investidores no BESI parecem-me óbvias: o BESI é um negócio medíocre; com um passivo de litigância potencial elevado; e sérios problemas reputacionais na sua liderança executiva. Em primeiro lugar, o BESI é...

Quem compra o BESI?
posted on: 11 October 2014 | author: joarendeiro2011

O Banco de Portugal ataca de novo

Desta feita foi de vez: depois do extermínio dos credores do GES veio o extermínio dos acionistas do BES e dos seus credores subordinados. Pelo meio veio uma grande machadada no mercado de capitais em Portugal e na credibilidade dos outros bancos fazerem aumentos de capital. Já expliquei noutro post que o Banco de Portugal é um problema sistêmico para o sistema financeiro português. A atuação de Carlos Costa, mas...

O Banco de Portugal ataca de novo
posted on: 07 August 2014 | author: joarendeiro2011

De Príncipe do Bull-Sheet ao Príncipe de Peter.

Reparei em nota anterior que José Maria Ricciardi andava mal quando atirava pedras para o quintal de outros, sendo ele próprio Arguido em dois processos -crime. Num país onde o Banco de Portugal fosse “forte com os fortes” e não “cobarde com os fortes e forte com os pequenos”, José Maria Ricciardi já estaria fora da atividade bancária há muito tempo. Mas o país é o que é por alguma razão, e José...

De Príncipe do Bull-Sheet ao Príncipe de Peter.
posted on: 15 December 2013 | author: joarendeiro2011