subscribe: Posts | Comments | Email

A Supervisão do Banco de Portugal*

*Originalmente publicado a 18 de Julho de 2014.   As recentes dificuldades do GES/BES colocam de novo em equação o papel do Banco de Portugal e, nomeadamente, do seu papel de supervisão. Um artigo de hoje do Wall Street Journal torna a questão incontornável. Portugal foi forçado a entrar num programa de resgate internacional para se manter solvente. BCP, BPN, FINIBANCO, BPP, BANIF e BES tiveram sérios...

A Supervisão do Banco de Portugal*
posted on: 02 March 2017 | author: joarendeiro2011

CAIXA GERAL DE DOMINGUES

…o que nasce torto dificilmente se endireita … O consulado de António Domingues na CGD começou da pior maneira. E nem vale a pena repetir tudo o que já foi dito e foi muito. No meio de uma enorme trapalhada ficaram dois importantes ganhos políticos para a geringonça: o apoio à CGD não será considerado “ajuda de estado” – evitando assim um mecanismo de resolução; e as medidas de saneamento vão...

CAIXA GERAL DE DOMINGUES
posted on: 04 September 2016 | author: joarendeiro2011

O Expresso da Mamãe

Desde que Francisco Pedro Balsemão foi anunciado a 11 de janeiro (com efeitos a 6 de Março) como novo CEO da IMPRESA a cotação em Bolsa desceu uns 34%, aproximando-se do mínimo histórico. Os investidores votaram com os pés ao serem presenteados com um claro sinal de nepotismo. E como insulto final a IMPRESA saiu do PSI 20. A clara deterioração operacional e financeira da IMPRESA teria que ter um culpado, neste...

O Expresso da Mamãe
posted on: 17 May 2016 | author: joarendeiro2011

O BPI e os cús virados para a lua

Sempre tive o maior desprezo por privilegiados que não conquistassem posições de vantagem em mercado e concorrência abertos. Nos que assentaram as suas posições competitivas no “amiguismo”, no “lobismo” e no “excecionalismo” das regras feitas à medida. Enfim, nos cús virados para a lua. Durante muitos anos teve e ainda tem um papel muito importante na banca portuguesa uma ONG chamada “SAM”. Esta...

O BPI e os cús virados para a lua
posted on: 25 April 2016 | author: joarendeiro2011

BCP : Como o Banco de Portugal forjou a acusação |...

CASO BCP Como o Banco de Portugal forjou a acusação O processo de contra-ordenação montado pelo Banco de Portugal para condenar o BCP e os seus dirigentes é uma página negra na história da Instituição. É o exemplo de como pode a autoridade de supervisão ser, ela própria, a verdadeira infractora, chegando ao extremo de perverter os factos para forjar a acusação e, depois, a condenação. E, acrescente-se,...

posted on: 16 July 2015 | author: joarendeiro2011

Montepio Insolvente

  É um segredo que todos conhecem mas ninguém tem coragem de dizer. A verdade nua e crua – extremamente dolorosa de dizer até para mim- é simples: a CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL está insolvente. Qualquer Presidente de um banco em Portugal, hoje, com exceção de Tomás Correia, bem entendido, dirá que o Montepio está constituído como o maior risco para o sistema financeiro. As razões para a negação...

Montepio Insolvente
posted on: 04 May 2015 | author: joarendeiro2011

A Infusão BCP/BPI

Chá de camomila é a nova bebida favorita de Artur e Fernando. Já não bastava uma OPA que lhes arruína todo o projeto histórico do BPI, vem agora Isabel propor uma fusão com o BCP que deixaria o BPI na gestão de Nuno Amado. Mas a verdade é que a fusão não vai acontecer. Desde logo porque LaCaixa não quer e tendo uma minoria de bloqueio nos seus 20% de votos (apesar dos 44% de capital) vai inviabilizar qualquer...

A Infusão BCP/BPI
posted on: 06 March 2015 | author: joarendeiro2011

CIAO BPI

Foi anunciada a OPA do LaCaixa ao BPI o que significa a sentença de morte para o belo sonho de Artur Santos Silva e do seu continuador Fernando Ulrich. Apesar das diferenças pessoais que tenho, sobretudo com Ulrich, reconheço-lhes enorme mérito profissional – sobretudo a Artur. Mas as coisas são o que são como aprendi a custas próprias: não há hoje espaço na banca europeia para projetos fundacionais. Por...

CIAO BPI
posted on: 18 February 2015 | author: joarendeiro2011

Quem compra o NOVOBANCO?

A FOSUN por €5,2 mil milhões. Na fábula do “mais capaz”, o “mais desesperado” e o “mais rico”, a FOSUN sairá a ganhar. O Banco de Portugal vai abrir em breve o “data room” sobre o NOVOBANCO imediatamente após a divulgação das suas contas de 2014. Mas o essencial do NOVOBANCO já é conhecido: a situação líquida é superior aos €4,9 mil milhões e o rácio de solvabilidade é superior aos 10%...

Quem compra o NOVOBANCO?
posted on: 16 February 2015 | author: joarendeiro2011

A liberalidade de € 2, 88 mil milhões a Angola

Penso que podemos considerar Angola como o centro mundial das liberalidades. Um local de tão grande gentileza que umas entidades literalmente oferece grandes quantidades de dinheiro a outras, sem razão aparente que não seja uma infinita gratidão. Já conhecíamos a liberalidade com que José Guilherme acarinhou Ricardo Salgado. Mas isto é verdadeiramente “peanuts” comparada com a liberalidade de € 2, 88 mil...

A liberalidade de € 2, 88 mil milhões a Angola
posted on: 22 October 2014 | author: joarendeiro2011

« Previous Entries