subscribe: Posts | Comments | Email

Carlos Costa demitiu-se

Carlos Costa, Governador do Banco de Portugal, fica hoje a saber que se demitiu numa carta datada a 30 de março de 2015. Termina de fato em março do próximo ano o mandato de Carlos Costa mas o seu destino ficou traçado na trapalhona gestão do caso GES/BES. A sentença quanto a estas trapalhadas já a deu Carlos Costa – lui même – quando afastou sem dó nem piedade Pedro Duarte Neves da liderança da Supervisão...

Carlos Costa demitiu-se
posted on: 02 October 2014 | author: joarendeiro2011

BPI e as ajudas de Estado

O BPI posiciona-se na “pole position” para o que se afigura ser um plano de “asset stripping” do NOVOBANCO. Feito com punhos de renda e linguagem gongórica mas o equivalente à partilha dos bens pilhados numa qualquer guerra medieval. Os bancos pagantes para o Fundo de Resolução quererão o seu lugar à mesa das partilhas. A sua posição de “break-even” estará nas sinergias que obtenham de uma qualquer...

BPI e as ajudas de Estado
posted on: 29 September 2014 | author: joarendeiro2011

A Supervisão do Banco de Portugal

As recentes dificuldades do GES/BES colocam de novo em equação o papel do Banco de Portugal e, nomeadamente, do seu papel de supervisão. Um artigo de hoje do Wall Street Journal torna a questão incontornável. Portugal foi forçado a entrar num programa de resgate internacional para se manter solvente. BCP, BPN, FINIBANCO, BPP, BANIF e BES tiveram sérios problemas de supervisão. A CGD, Montepio e BPI tiveram que...

A Supervisão do Banco de Portugal
posted on: 18 July 2014 | author: joarendeiro2011

A dívida pública portuguesa e as insolvências

A já muito comentada última decisão de Vítor Gaspar de fazer o Fundo de Estabilização da Segurança Social comprar mais € 4 BN de dívida pública portuguesa, chama à atenção das “pescadinhas de rabo na boca” em que Portugal e os portugueses estão mergulhados e donde dificilmente sairão. A elevadíssima componente de dívida pública portuguesa na carteira de investimentos da segurança social, significa...

posted on: 06 August 2013 | author: joarendeiro2011

A Recuperação dos Bancos e o Relatório do FMI

As ações da banca em Bolsa, nomeadamente o BPI, têm subido fortemente. A correlação desta subida com o prémio de risco da República portuguesa é total. Isto é, na medida em que o risco Portugal tal como percebido nos mercados (por exemplo na taxa de juro da República a 10 anos) cai drasticamente, assim os balanços dos Bancos (sobretudo BPI) altamente alavancados em dívida pública portuguesa beneficiam...

A Recuperação dos Bancos e o Relatório do FMI
posted on: 13 January 2013 | author: joarendeiro2011

Desapareceram € 5,75 mil milhões no BPI

Sim, 21.780 acionistas do BPI viram eclipsar a módica quantia de € 5,75 mil milhões. Mas um, a LaCaixa assumiu definitivamente o controlo do BPI a um preço irrisório. O recente aumento de capital cristalizou as percas dos pequenos acionistas e o definitivo controlo da LaCaixa no BPI com 46,22% do capital. O mais extraordinário é que não há um único destes 21.780 acionistas que se queixe do esbulho que lhe...

Desapareceram € 5,75 mil milhões no BPI
posted on: 14 August 2012 | author: joarendeiro2011

Estado Português apoia bancos com € 15,645 MIL MIL...

O Estado Português tem apoiado os Bancos de múltiplas formas. A principal não é sequer contabilizável pois tem a ver com a negociação do Banco de Portugal com o BCE sobre os colaterais elegíveis para desconto e com a própria cedência direta de liquidez pelo BdP aos bancos muito próxima do regímen ELA. Para além destes fortíssimos apoios o Estado tem prestado garantias pessoais tipicamente a três anos, e...

Estado Português apoia bancos com € 15,645 MIL MILHÕES
posted on: 05 August 2012 | author: joarendeiro2011

As Almofadas da Gago

A apresentação de resultados do BPI serviu para um habitual show de gritar sobre tudo o resto e falar o menos possível do BPI. Assim, o BPI teve o extraordinário resultado de € 85M incluindo um resultado extraordinário de € 100M fruto da menos-valia que os seus investidores tiveram em obrigações BPI e outros € 40M em ganhos extraordinários diversos. Por outras palavras, sem estes ganhos extraordinários...

posted on: 27 July 2012 | author: joarendeiro2011

Inacreditável BPI

Li e não quis acreditar. O CaixaBank comprou a posição do Itaú no BPI ficando com uns 48.9% do respetivo capital. No entanto, segundo Tavares & Ca, a CMVM entende que não é necessária uma OPA pois os direitos de voto estão limitados a 20% e o CaixaBank não vai designar mais Administradores. Devo confessar que tive necessidade de reler várias vezes a notícia para acreditar, tal a desfaçatez em presença....

posted on: 22 April 2012 | author: joarendeiro2011

Jorge Tomé, Carlos Costa e o BANIF

É a primeira vez que analiso o BANIF neste espaço de comentário. As razões da minha reserva passada são óbvias para quem me conhece. Para quem não conhece direi que Horácio Roque era um dos meus melhores Amigos no mundo das finanças. Uma Pessoa que nunca mudou o seu padrão de comportamento para comigo nos bons e sobretudo nos maus momentos. A memória extraordinariamente positiva que tenho de um Homem...

posted on: 29 March 2012 | author: joarendeiro2011

« Previous Entries Next Entries »