subscribe: Posts | Comments | Email

RENDEIRO ABSOLVIDO NO PLENÁRIO DA RELAÇÃO

Pedro Bidarra com KO FINAL Dois anos depois, o Plenário do Tribunal da Relação de Lisboa confirmou a sentença proferida pela 2ª Vara Cível de Lisboa que, em Janeiro de 2014, absolveu João Rendeiro e outros numa ação em que o publicitário do Bloco de Esquerda, Pedro Bidarra, pedia que fossem condenados a pagar-lhe a quantia de €483.000,00 (pedido que depois reduziu para €123.753,00) a título de prejuízos...

RENDEIRO ABSOLVIDO NO PLENÁRIO DA RELAÇÃO
posted on: 10 April 2017 | author: joarendeiro2011

A Supervisão do Banco de Portugal*

*Originalmente publicado a 18 de Julho de 2014.   As recentes dificuldades do GES/BES colocam de novo em equação o papel do Banco de Portugal e, nomeadamente, do seu papel de supervisão. Um artigo de hoje do Wall Street Journal torna a questão incontornável. Portugal foi forçado a entrar num programa de resgate internacional para se manter solvente. BCP, BPN, FINIBANCO, BPP, BANIF e BES tiveram sérios...

A Supervisão do Banco de Portugal*
posted on: 02 March 2017 | author: joarendeiro2011

RENDEIRO ABSOLVIDO NA RELAÇÃO

RENDEIRO ABSOLVIDO NA RELAÇÃO Pedro Bidarra X João Rendeiro e outros Dois anos depois, o Tribunal da Relação de Lisboa confirmou a sentença proferida pela 2ª Vara Cível de Lisboa, que em Janeiro de 2014 absolveu João Rendeiro e outros numa ação em que o publicitário Pedro Bidarra pedia que fossem condenados a pagar-lhe a quantia de € 483.000,00 (pedido que depois reduziu para € 123.753,00) a título de...

RENDEIRO ABSOLVIDO NA RELAÇÃO
posted on: 27 January 2017 | author: joarendeiro2011

GERINGONÇA AGRADECE A RENDEIRO

Recebi ontem num hotel de luxo, em Lisboa, a visita de cortesia dos deputados João Galamba e Mariana Mortágua. Quiseram estes deputados, em representação da geringonça, agradecer na minha pessoa o alto contributo do BPP para o Orçamento de 2017. Lembraram ainda que este meu grande contributo para os interesses estratégicos do que é hoje a geringonça não foi o primeiro. Já em 2008 a crise do “banco dos...

GERINGONÇA AGRADECE A RENDEIRO
posted on: 16 October 2016 | author: joarendeiro2011

OS LESADOS DO BANCO PRIVADO PORTUGUÊS

Disse publicamente e repito as vezes que forem necessárias que me sinto envergonhado por pertencer a um grupo profissional – os Financeiros – que geraram os “Lesados do BES”. Mas há “lesados” e “lesados” – convém separar as águas, usar de um mínimo de rigor e evitar generalizações. Não tenho obviamente rigorosamente nada a ver com este caso BES. Mas ele representa um mal endémico na...

OS LESADOS DO BANCO PRIVADO PORTUGUÊS
posted on: 10 September 2015 | author: joarendeiro2011

Ardeu o papel comercial do GES

Tenho, infelizmente, más notícias para os cerca de 2500 clientes do NOVOBANCO quem investiram uns € 550 milhões em papel comercial do GES. Já escrevi, várias vezes, que me parece uma desgraça o BdP não tomar a liderança na solução desta questão. Penso, concordando com António Horta Osório, que é uma questão fundacional do sistema financeiro. E que coloca em questão a FIDUCIA no sistema. Faz arrepiar que...

Ardeu o papel comercial do GES
posted on: 28 May 2015 | author: joarendeiro2011

O MONTEPIO E EU

No passado dia 4 de Maio um artigo com um impacto inesperado. Mais de 200 000 pessoas leram o texto ou seja mais do que as audiências do CORREIO DA MANHÃ e do EXPRESSO juntos. Não está mal para um simples espaço de opinião. Li no EXPRESSO – onde poderia ser? – que Tomás Correia e Cunha Vaz me vão pôr um processo. Mas sobre quê? Mas então o Banco de Portugal não obrigou o Montepio a aumentar capital por...

O MONTEPIO E EU
posted on: 17 May 2015 | author: joarendeiro2011

O Expresso e o BPP

O EXPRESSO na sua edição de 10 de janeiro de 2015 faz uma “inocente” resenha dos vários casos da banca em processos contraordenacionais ou outros na justiça. Numa inteira coluna está o BPP. Noutra inteira coluna estão três outros bancos: FINANTIA, BANIF e por último, o BES. Isto é, o EXPRESSO dá três vezes mais relevância ao caso BPP do que aos três outros em conjunto, BES incluído. Já para não falar...

O Expresso e o BPP
posted on: 11 January 2015 | author: joarendeiro2011

Goldman Sachs, BES, OAK Finance e BdP

O BdP decidiu esta semana que o crédito da OAK FINANCE ao BES deveria ser registado no “banco mau”. É uma decisão muito favorável no curto prazo mas com sérios riscos no médio e longo prazo. Mas o que importa? Quem vier atrás que feche a porta, Carlos Costa já não estará para contar os danos. A GOLDMAN SACKS é uma instituição por demais conhecida. Até à crise financeira de 2008 – onde os banqueiros...

Goldman Sachs, BES, OAK Finance e BdP
posted on: 04 January 2015 | author: joarendeiro2011

A Supervisão do Banco de Portugal

As recentes dificuldades do GES/BES colocam de novo em equação o papel do Banco de Portugal e, nomeadamente, do seu papel de supervisão. Um artigo de hoje do Wall Street Journal torna a questão incontornável. Portugal foi forçado a entrar num programa de resgate internacional para se manter solvente. BCP, BPN, FINIBANCO, BPP, BANIF e BES tiveram sérios problemas de supervisão. A CGD, Montepio e BPI tiveram que...

A Supervisão do Banco de Portugal
posted on: 18 July 2014 | author: joarendeiro2011

« Previous Entries