subscribe: Posts | Comments | Email

KPMG, GES, CMVM E BdP

Está montada a guerra civil entre auditores e Reguladores no caso GES. A KPMG já percebeu que não tem forma de escapar a grave responsabilidade civil no caso GES e vai daí o seu Presidente, em entrevista ao EXPRESSO, deixa um claro aviso à CMVM e ao BdP: ou nos safamos os três saindo em ombros e aclamação, ou vai tudo ao charco. Como primeiro tiro Sikandar Sattar apontou ao elo mais fraco, Pedro Duarte Neves, o...

KPMG, GES, CMVM E BdP
posted on: 07 September 2014 | author: joarendeiro2011

NOVOBANCO e a teoria do ‘Last Fool’

Assisto entre o espantado e o divertido à sucessão de apelos a uma rápida venda do NOVOBANCO. Assim se pronunciou Artur Santos Silva, mais recentemente Carlos Rodrigues (aliás, uma pessoa que admiro) e diz a imprensa, um rol imenso de entidades a começar pelo BdP. Vítor Bento – et pour cause – ainda não se pronunciou porque na verdade, como muito bem sentenciou Pedro Santos Guerreiro, está tramado. Se pedir...

NOVOBANCO e a teoria do ‘Last Fool’
posted on: 03 September 2014 | author: joarendeiro2011

O (não) reembolso dos clientes de retalho do BES/G...

Como foi publicitado, o BdP e a Administração de Vítor Bento andaram no jogo do empurra a ver quem tomava a decisão final sobre o pagamento do papel comercial do GES – ESI, RIOFORTE, ESFG, que foi comercializado nos balcões do BES aos clientes de retalho (não -qualificados, na linguagem da DMIF). O montante total desta comercialização foi de cerca de € 1,1 mil milhões, excluindo bem entendido o montante...

O (não) reembolso dos clientes de retalho do BES/GES
posted on: 16 August 2014 | author: joarendeiro2011

Carlos Costa enganou os portugueses

A extraordinária e histórica divulgação da Ata da reunião do Conselho de Administração de 3 de agosto do Banco de Portugal demonstrou duas coisas. Primeiro que o Banco de Portugal faz pública, seguramente involuntariamente, informação da maior sensibilidade. Num primeiro momento achei esta divulgação tão extraordinária que só poderia ser uma fuga de informação. Mas não, estava errado. O BdP tornou mesmo...

Carlos Costa enganou os portugueses
posted on: 11 August 2014 | author: joarendeiro2011

O BES, a CMVM e a informação “Completa e Verdadeir...

A CMVM inventou um chapéu jurídico para o código de valores mobiliários segundo a qual os investidores têm que ter acesso a “informação clara e verdadeira”. Se, em abstrato, se percebe a intenção, em concreto permanece a completa ambiguidade. Ambiguidade muito útil à CMVM pois assim pode exercer uma completa discricionariedade: sempre que convém à CMVM lá vai a falta de informação clara e verdadeira...

O BES, a CMVM e a informação “Completa e Verdadeira”
posted on: 03 August 2014 | author: joarendeiro2011

GES e a nova depressão em Portugal

O impacto económico da crise GES/BES poderá levar a uma contração de 7,6% do PIB em Portugal. Não conheço paralelo na história económica. A dimensão e rapidez dos acontecimentos no GES/BES é tal que nos deixa a todos num estado de letargia de tão surreal tudo parecer ser. A análise da ação ou inação dos responsáveis nas cadeias de decisão deste imbróglio dará para encher centenas de quilómetros de...

GES e a nova depressão em Portugal
posted on: 03 August 2014 | author: joarendeiro2011

A Supervisão do Banco de Portugal

As recentes dificuldades do GES/BES colocam de novo em equação o papel do Banco de Portugal e, nomeadamente, do seu papel de supervisão. Um artigo de hoje do Wall Street Journal torna a questão incontornável. Portugal foi forçado a entrar num programa de resgate internacional para se manter solvente. BCP, BPN, FINIBANCO, BPP, BANIF e BES tiveram sérios problemas de supervisão. A CGD, Montepio e BPI tiveram que...

A Supervisão do Banco de Portugal
posted on: 18 July 2014 | author: joarendeiro2011

A INSOLVÊNCIA DO GRUPO ESPIRITO SANTO

A sociedade de controlo do grupo Espírito Santo – Espírito Santo Internacional, onde se congregam os quatro ramos da família Espírito Santo, junto aos herdeiros de Mário Mosqueira do Amaral, está ao que tudo indica insolvente. Ricardo Salgado, na sua entrevista ao Jornal de Negócios, confessou que esta situação de insolvência terá pelo menos uns três anos. Estaria centrada no fato de o Grupo estar...

A INSOLVÊNCIA DO GRUPO ESPIRITO SANTO
posted on: 28 May 2014 | author: joarendeiro2011

Mais-valias milionárias no Banif

Li e não quis acreditar. Mas sim, o BANIF fez uma informação obrigatória à CMVM e portanto é mesmo verdade. Como se sabe o BANIF fez uma subscrição pública de capital recentemente a 1 cêntimo por ação. Milhares de investidores subscreveram e pelos vistos alguns Administradores do BANIF também. Assim, Gonçalo Botelho subscreveu 1 545 113 ações a 1 cêntimo e vendeu-as agora com uma mais-valia de €...

posted on: 08 August 2013 | author: joarendeiro2011

Desapareceram € 5,75 mil milhões no BPI

Sim, 21.780 acionistas do BPI viram eclipsar a módica quantia de € 5,75 mil milhões. Mas um, a LaCaixa assumiu definitivamente o controlo do BPI a um preço irrisório. O recente aumento de capital cristalizou as percas dos pequenos acionistas e o definitivo controlo da LaCaixa no BPI com 46,22% do capital. O mais extraordinário é que não há um único destes 21.780 acionistas que se queixe do esbulho que lhe...

Desapareceram € 5,75 mil milhões no BPI
posted on: 14 August 2012 | author: joarendeiro2011

« Previous Entries Next Entries »