subscribe: Posts | Comments | Email

Os aumentos de capital dos bancos portugueses

Os resultados das cimeiras europeias que se iniciaram este fim de semana e terão o seu epílogo na próxima quarta-feira, 26 de Outubro, terão significativas implicações para os balanços dos bancos portugueses. Finalmente, um mínimo de senso comum penetrou – admito que apenas temporariamente – as mentes dos políticos europeus e assim se definiram critérios para os testes de stress com um mínimo de...

posted on: 24 October 2011 | author: joarendeiro2011

O Terceiro Resgate de Portugal

Andou bem o primeiro-ministro Pedro Passos Coelho quando admitiu, com as nuances óbvias, um segundo resgate para Portugal. Quem se der ao trabalho de reler posts anteriores percebe que eu tinha indicado que o primeiro resgate deveria ter sido superior a € 100 BN. Por outro lado, é perfeitamente evidente que Portugal não vai voltar aos mercados em 2013. Conjugando os dois factores é perfeitamente previsível que o...

posted on: 26 September 2011 | author: joarendeiro2011

BPI , BCP e BES Chumbam um verdadeiro teste de str...

Uma vantagem inquestionável dos testes de stresse acabados de efectuar é a publicação dos riscos contidos nos balanços dos bancos. Destarte cada analista pode simular os seus cenários. Os analistas da Société Générale modelaram um teste de stresse bem realista (ver quadro abaixo) que assume um “hair-cut” de 50% na dívida soberana de Grécia, Irlanda e Portugal. O resultado é catastrófico para os...

posted on: 19 July 2011 | author: joarendeiro2011

A fuga dos depósitos bancários nos países periféri...

Um tema central na crise da dívida soberana é o tema da confiança nos sistemas financeiros. Uma boa forma de medir essa confiança é atrvés da evolução dos depósitos bancários em varios países. Como se vê a Grecia já perdeu cerca de 15% do volume total de depósitos enquanto em Portugal houve, pelo contrário, ganho no volume de...

posted on: 08 July 2011 | author: joarendeiro2011

A Grécia à beira do abismo dá um passo em frente?...

Estive recentemente na Grécia por razões profissionais. Devo dizer que me surpreendeu e nesta surpresa ficou claro o sentido do paradoxo grego. Talvez agora, que José Sócrates vai estudar Filosofia Grega para Paris, tudo resulte mais claro, mas o nível de vida que ainda hoje se encontra em Atenas nas zonas afluentes de Kifisia e quejandos não é de quem está em austeridade. De facto, Atenas tem bairros afluentes...

posted on: 24 June 2011 | author: joarendeiro2011

Um banqueiro à rasca

Não, não me refiro a Carlos Santos Ferreira. Refiro-me a Jean Claude Trichet, Presidente do Banco Central Europeu. A verdade é que o nosso amigo Jean Claude está metido numa trapalhada monumental. Desde logo, e o que até parece de somenos perante o resto, insiste numa vigilância sobre a inflação – potencialmente levando a uma subida da taxa de referência, numa altura em que a economia mundial dá claros sinais...

posted on: 12 June 2011 | author: joarendeiro2011

In play

No mercado de capitais há uma expressão indesejada pelos participantes. É usada predominantemente em M&A mas noutras situações também. Basicamente diz-se que está “In play” quando um alvo se torna centro de atenção. Em consequência desenvolvem-se movimentos dos actores correlacionados que criam uma dinâmica de situações que escapa ao controlo do alvo levando-o muitas vezes a perder a iniciativa e,...

posted on: 19 April 2011 | author: joarendeiro2011

O FMI em Portugal desde 2006

O FMI segue a evolução da economia portuguesa desde sempre num plano formal e informal. São inúmeros os estudos do staff e de consultores do FMI sobre Portugal, entre eles pela sua importância destacaria o estudo de Olivier Blanchard sobre Portugal de 2006 “Adjustment within the euro: the difficult case of Portugal, November 2006”, facilmente acessível na Net. Olivier Blanchard, para quem não conheça, é...

posted on: 13 April 2011 | author: joarendeiro2011

Barroso e Trichet não querem a verdade

Informa a imprensa portuguesa, nomeadamente o Expresso, que o Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, e o Presidente do Banco Central Europeu, Jean Claude Trichet, exerceram a sua influência para que em Portugal não se faça uma auditoria às contas públicas de 2010. Nessa sequência o Banco de Portugal fez saber que não estaria disponível para levar a cabo tal auditoria, contrariamente ao que fez há seis...

posted on: 30 March 2011 | author: joarendeiro2011

Os rating das instituições espanholas

A Moodys acaba de rever em forte baixa os rating das instituições espanholas conforme se pode ver no quadro abaixo. Nota-se que três instituições estão no nível junk (CatalunyaCaixa, Banco Pastor e Banco Valência) e sete estão um nível acima de junk (mas com tendência negativa). A Moodys estima em € 50 mil milhões as necessidades de recapitalização, bem acima do exercício em curso. É, assim, bem...

posted on: 25 March 2011 | author: joarendeiro2011

« Previous Entries Next Entries »